Blog

VRIKSHASANA


Vrikshasana e a Sabedoria da Árvore
Posturas do Yoga - Asanas | 6 out 2020 | Daniel De Nardi

Vrikshasana e a Sabedoria da Árvore

Vrikshasana e a Sabedoria da Árvore Vrikshasana e a Sabedoria da Árvore - Durante duas semanas nas aulas ao vivo do YogIN App Studio, exploramos vivências e conceitos do Vrikshasana, também conhecida como Postura da Árvore. O Vrikshasana é considerado uma das posturas mais clássicas do Yoga. A postura é mencionada em uma das escrituras mais antigas e importantes do Hatha Yoga, a Gheranda Samhita, na qual no II Capítulo a frase 36 diz: \"Tendo colocado o pé direito na raiz da coxa esquerda este é o vrikshasana.\" A árvore é um elemento que representa sabedoria na tradição hindu. O Bhagavad Gita, menciona Ashvatta, a Árvore da Vida descrita como tendo seus galhos para baixo da Terra e onde estão contidos os versos dos Vedas. Os rituais vedicos tinham o intuito de extrair das árvores, o elemnto que proporciona sua elevação. Na crença hindu, se esse elemento pudesse ser extraído e transferido espiritualmente para uma pessoa, ela conquistaria ascenção espiritual. Por isso, quem passa pelos rituais hindus ingere um líquido enibriante extraído das plantas chamado Soma. A ideia é que o Soma, junto com Mantras e Meditações transfira a força de ascenção das árvores para a pessoa. Como vimos neste vídeo, muitos sadhus praticam auto superação (tapas) com a postura da árvore, vrikshasana. A intenção é absorver essa força de ascenção que há nas árvores para dentro de si. Aproveite tudo o que aprendeu neste post e inclua isso nas suas vivências de vrikshasana. Se quiser saber mais sobre o Vrikshasana e os Sadhus (yogins retirantes) clicando na IMAGEM abaixo. https://yoginapp.com/vrikshasana-a-imperturbavel-atencao-do-yogin/   Ramatha Sadhus Os ramatha sadhus geralmente moram em cavernas e possuem apenas um pano para se proteger do frio e uma cumbuca para comer e tomar água. No vídeo editado por nós, vemos um desses yogins retirantes praticando em meio às objeções que a Natureza impoõe. Nem a forte chuva de granizo é capaz de afetar sua imperturbável imobilidade. https://youtu.be/oU-TXoQSbpM  

Vrikshasana - a imperturbavel atencao do yogin
Dicas de Yoga | 23 set 2020 | Daniel De Nardi

Vrikshasana – A imperturbável atenção do Yogin

Vrikshasana - A imperturbável atenção do Yogin Ainda hoje na Índia, há yogins que se retiram para as montanhas com o único propósito de intensificar suas práticas de libertação. Afastam-se das distrações da sociedade por saberem que a agitação dificulta este processo. Esses retiros podem durar anos e muitos sadhus jamais voltam a uma cidade. [caption id=\"attachment_634069\" align=\"aligncenter\" width=\"186\"] Ramatha Sadhu meditando na neve[/caption]   Estes yogins retirantes são chamados de ramatha sadhus e são considerados os que mais levam a sério a busca do desenvolvimento espiritual. Abrem mão de todos os confortos que a sociedade provê em prol do propósito de elevação. Os ramatha sadhus geralmente moram em cavernas e possuem apenas um pano para se proteger do frio e uma cumbuca para comer e tomar água.   \"As poucas coisas que o filósofo tem lhe bastam, já que ele sabe enriquecê-las de significado.\"  Domenico de Masi em \"O ócio criativo\"   No vídeo editado por nós, vemos um desses yogins retirantes praticando em meio às objeções que a Natureza impoõe. Nem a forte chuva de granizo é capaz de afetar sua imperturbável imobilidade. https://youtu.be/oU-TXoQSbpM O vídeo original possui mais de 15 minutos sem cortes em que ele mantem-se imóvel na postura. Nesta semana, os alunos do YogIN App Studio estão treinando a postura da árvore, vrikshasana, nas aulas ao vivo. O objetivo desse treinamento é o mesmo (guardadas as devidas proporções) do ramatha sadhu - Manter a Imobilidade do Corpo a partir do Foco na Mente. Quando mantemos uma postura de equilíbrio, com a perna cansando, os músculos tremendo e uma vontade louca de por o pé no chão, estamos dizendo a nossa mente quem está no comando. Vencemos o condicionamento de ceder ao primeiro estímulo e nos mantemos firme no propósito incial. Estabilizar a Mente! Por isso, as posturas de equilíbrio são excelentes para melhorar a concentração e consequentemente a Meditação. Elas simulam no plano físico as distrações que acontecem dentro da mente durante a Meditação. Quando você faz a postura da árvore e mantém seu olhar e atenção fixos num único ponto (ekagrata), você está replicando a mesma busca de um único ponto em um exercício de Meditação. Quando você dispersa, o corpo demonstra isso com desequilíbrio, mas se quiser, poderá recuperar o ponto de visão e consequentemente a estabilidade do corpo. Esse é o mesmo processo de quando estamos meditando e embarcamos em pensamentos perdendo a proposta inicial. O meditante persistente, não se abala e volta a se concentrar no que se propôs, exatamente como o ramatha sadhu. Gostaria muito de ver você nas aulas ao vivo treinando com a gente a estabilização do corpo para o melhor funcionamento da mente. Boas práticas a todos e nos vemos na aula de hoje 18h.     Quer saber mais sobre o Vrikshasana - A imperturbável atenção do yogin? A postura da árvore que vem sendo explorada pelos professores do YogIN App Studio. Saiba mais sobre essa postura clicando na IMAGEM ABAIXO.   https://yoginapp.com/postura-da-arvore-ou-vrikshasana-variacoes-de-execucao/   Quem foi o primeiro Yogin Ocidental? O Yoga surgiu há pelo menos 4 mil anos na Índia, mas quem foi o primeiro yogin no Ocidente? Clique na Imagem Abaixo para saber. https://yoginappacademy.com/blog/quem-foi-o-primeiro-yogin/   Namaste ! new RDStationForms(\'ebook-asana-posturas-do-yoga-20927af5b3e8c03b81b9\', \'UA-68279709-2\').createForm();

Postura da Árvore Vrikshasana
Dicas de Yoga | 21 set 2020 | Daniel De Nardi

Postura da Árvore ou Vrikshasana – Variações de Execução

Postura da Árvore ou Vrikshasana - Variações de Execução Hoje é dia da Árvore! Nas próximas semanas, os alunos do YogIN App vão aprender a executar variações e também conceitos teóricos da postura da árvore também conhecida como Vrikshasana. A postura da árvore possui diversos níveis de execução como você pode ver neste vídeo. https://youtu.be/2F8dncLRHzo Em todos eles é essecial que se escolha um ponto para fixar a visão ou no caso de variações com os olhos fechados, focar a percepção (como a percepção do peso na planta do pé). A fixação do olhar contribui para a fixação da mente em um único ponto. Técnica conhecida como ekagrata, que significa \"único ponto\". O vrikshasana é a postura de equilíbrio mais conhecida do Yoga e possui diversos efeitos interessantes aos praticantes. Posturas de Equilíbrio atuam : Força: A permanência nas posturas de equilíbrio desenvolve força muscular. O corpo não foi projetado para ficar apenas com um pé no chão, por isso, quando fazemos uma postura de equilíbrio, o corpo precisa fazer diversas compensações para que mantenha-se em pé. Esse trabalho exige bastante dos músculos de sustentação e acaba desenvolvendo resistência muscular. Aumento de Concentração: A execução estável de uma postura de equilíbrio exige que o praticante mantenha sua atenção num ponto fixo. Estabilizando a visão, aquieta-se a mente e controla-se o corpo. É interessante observar que quando há dispersão mental na execução de uma postura de equilíbrio, o corpo responde com instabilidade e desequilibra. Posturas de equilíbrio atuam tanto em aspectos físico quanto emocionais e mentais. Aprender a controlar a agitação do seu corpo em uma perna só ajudará você a controlar a mente quando houverem dezenas de pensamentos dispersivos. Aproveite essa semana e treine sua mente e corpo nas aulas ao vivo do YogIN App Studio.     Quer entender melhor como as posturas do Yoga ? Produzimos um podcast explicando com mais profundidade os benefícios das posturas do Yoga. Para entender melhor esse assunto, Ouça esse Podcast clicando na imagem abaixo Boas práticas!   https://yoginapp.com/3-propostas-para-asanas-posturas-do-yoga-podcast-40/ Baixe gratuitamente o Ebook - Asana, Posturas do Yoga new RDStationForms(\'ebook-asana-posturas-do-yoga-20927af5b3e8c03b81b9\', \'UA-68279709-2\').createForm();