Blog

depressao


medtidacao ganges
Dicas de Yoga | 23 dez 2020 | Juliana Beneton

Cansaço crônico e desânimo? Conheça os sintomas da fadiga adrenal e como o Yoga pode ajudar

Cansaço crônico e desânimo? Conheça os sintomas da fadiga adrenal e como o Yoga pode ajudar Todos nós passamos por situações de estresse - isso é completamente normal – e, muitas vezes, saudável. Nosso corpo realmente foi feito para lidar com esses tipos de situações. Por exemplo, se voltarmos no tempo e pensarmos na época em que nossos ancestrais viviam na selva e sobreviviam da caça, conseguimos entender o quão benéfico seria dispor desse mecanismo eficiente de estresse. Vejamos da seguinte forma: você está caçando, avista um animal perigoso, seu organismo entra em estado de alerta, o coração dispara e você precisa correr! Muito mais do que simplesmente sair correndo, seu organismo irá liberar uma séria de substâncias e hormônios capazes de acelerar seus batimentos e alterar seu metabolismo, ajudando você a sobreviver diante dessas situações de perigo. Bem, a diferença é que nosso corpo não foi feito para viver em constante mecanismo de alerta. As nossas glândulas adrenais (localizadas logo acima dos rins) são responsáveis pela produção de cortisol - e outros hormônios como o DHEA (dehidroepiandrosterona), que são liberados em reposta ao estresse, seja esse proveniente de estresse físico, emocional ou fisiológico. Uma vez que, nos dias de hoje, as situações do dia a dia nos levam a um estado de estresse constante, a produção desses hormônios disparam e ao longo do tempo acabam causando uma \"exaustão\" dessas glândulas, prejudicando a secreção desses hormônios. E daí o nome: fadiga adrenal.   Glândula adrenal (acima dos rins) A fadiga adrenal normalmente causa uma série de sintomas como: * sentimento de cansaço constante; * desânimo e depressão; * irritação e ansiedade; * ganho de peso (principalmente ao redor do abdômen); * dificuldade em pegar no sono; * pressão baixa ou hipoglicemia; * desejo por alimentos doces e também bem salgados; * diminuição da libido; * dificuldade de focar em tarefas do dia a dia. Os sintomas muitas vezes são confundidos com depressão ou distúrbios da tireoide. A propósito, o fato de não existir um exame específico que seja capaz de diagnosticar a fadiga adrenal, muitos pacientes entram em tratamento para depressão. Entretanto, existem análises dos níveis de cortisol que, juntamente com todos os sinais e sintomas, são capazes de traçar um possível diagnóstico. Devido à dezenas de estudos científicos envolvendo esse tema, hoje em dia, muitos profissionais da saúde, extremamente capacitados, apostam no tratamento de fadiga adrenal de forma natural e com incrível sucesso. Mas o que fazer para melhorar o funcionamento das suas glândulas adrenais? Melhorar a qualidade da sua dieta Evitar todos os alimentos industrializados que aumentam a inflamação do seu organismo. Alimentos processados, cheios de sal e/ou açúcar não entram nesse tipo de dieta. Aumentar o consumo de alimentos coloridos, proteínas de boa qualidade e grãos (de preferência sem glúten). Ir para a cama cedo Dormir antes das 23h é obrigatório para qualquer pessoa que sofra de fadiga adrenal. Técnicas de relaxamento e respiração podem ser boas aliadas nesse processo, assim como alguns suplementos capazes de auxiliar na indução do sono. Pratica de Yoga constante para a saúde das adrenais A prática de yoga é conhecida por ter um impacto positivo no que se diz respeito à ansiedade e relaxamento. Um estudo da Universidade de Medicina de Boston, demonstrou que após a prática de yoga, há um aumento nos níveis de GABA (ácido gama aminobutírico ou gamma-aminobutyric acid, em inglês), capaz de melhorar o humor e diminuir a ansiedade. [1] Além disso, yoga também é considerada uma forma de exercício e prática ajuda na liberação dos neurotrasmissores como endorfinas, responsáveis pela sensação de bem-estar. Por yoga ser uma prática mais consciente e mais gentil com o nosso corpo, é mais indicada durante o tratamento de fadiga adrenal. Aposte em suplementos Os suplementos adaptogênicos, como ginseng, rhodiola, awshagandha, licorice e holy basil são excelentes para as adrenais, além das vitaminas do complexo B, bem como as vitaminas C e D; os minerais - como magnésio, zinco e selênio; os aminoácidos - como teanina e as gorduras boas - ricas em omega 3. Aposte nos chás Camomila, melissa, valeriana e mulungu são excelentes contra ansiedade. Hidrate-se Sabe aquela sensação de que mesmo depois de tomar litros de água estamos sempre com sede e com a boca seca? Desidratação é um sintoma de fadiga adrenal. Água mineral e água de coco são as melhores opções. Outra dica é tomar água morna com limão pela manhã e, ainda, você pode adicionar uma pitadinha de sal rosa na sua garrafinha de água. Exercite-se com moderação Exercícios aeróbicos longos e de alta intensidade não são recomendados para aqueles que sofrem de fadiga adrenal. Opte por exercícios leves, como caminhadas pela manhã e yoga, duas vezes por semana. Mude suas perspectivas Hoje em dia, tantas pessoas correm em busca do tão almejado \"sucesso\". Trabalham horas sem cessar, dividem-se na execução de mil tarefas e deixam a vida pessoal em segundo plano. Mas, e você... “Qual é a sua definição de sucesso?” A maravilhosa escritoria, poeta e ativista Maya Angelou diz que: \"Sucesso é gostar de você mesmo, gostar do que você faz, e gostar de como você faz tudo isso\". Espero que você também compartilhe dessa ideia. new RDStationForms(\'e-book-o-yoga-e-o-stress-ebbbd5c51665ef24833c-html\', \'UA-68279709-2\').createForm(); Nota da nutricionista: A administração de qualquer suplemento deve ser feita por recomendação de um médico ou nutricionista. Alguns dos suplementos citados acima não podem ser prescritos em conjunto com antidepressivos e/ou ansiolíticos. Os sintomas de fadiga adrenal são muito mais sutis quando comparados aos de Doença de Addison, para o tratamento dessa doença, especialistas devem ser cosultados para a reposição adequada de hormônios. Referências: Mary Ann Liebert, Inc. (2010). “Yoga’s ability to improve mood and lessen anxiety is linked to increased levels of a critical brain chemical, research finds”. http://www.sciencedaily.com/releases/2010/11/101111160539.htm

Surya Namaskar - Saudação ao Sol
Vídeos de Yoga | 15 jul 2020 | Equipe YogIN App

Surya Namaskar – Como Fazer a Saudação ao Sol!

O Surya Namaskar é uma das sequências mais conhecidas do Yoga. O Surya Namaskar é uma das séries de asanas mais primitivas que se tem conhecimento. Podemos praticar a Saudação como uma forma de agradecer pelo dia, purificando o corpo, acalmando a mente e iluminando o espírito. O Surya Namaskar se torna uma dança quando os movimentos corporais são feitos de forma fluida e harmônica. Além de aquecer o corpo, também ajuda a preparar a pessoa para permanecer nas posturas que o exercício exige, atuando nos níveis físico, mental e emocional. Fisicamente, o Surya Namaskar desenvolve a musculatura do corpo e promove o alongamento dos músculos, desintoxica os órgãos internos e as articulações, aquece a musculatura e trabalha todo o corpo proporcionando energia. Permite manter a coluna vertebral saudável e estimula o sistema respiratório e circulatório. Nos níveis mental e emocional, trabalha no reequilíbrio dos centros de energia (chakras), ou seja, equilibra e atua nos hormônios das glândulas do corpo, acalmando assim os pensamentos. No nível espiritual, o despertar da energia interna ativa a intuição e expande a percepção de si mesmo e do mundo.  O Surya Namaskar - Saudação ao Sol em 12 posturas: 1  - Tadasana - postura da montanha Proporciona equilibrio e conexão. 2 - ardha chakrasana - meia roda Abre a energia do coração e alivia a lombar 3 - Uttanasana ou Padahastasana - postura das mãos nos pés Anteflexão da coluna, alonga as pernas e alivia o pescoço 4 - Ashwa Sanchalanasana - postura equestre Solta os quadris e abre a região a torácica 5 - Adho Mukha Svasana - cachorro olhando para baixo Irriga o cérebro, alonga as costas e fortalece os braços 6 - Chaturanga Dandasana ou variação com os joelhos no chão Fortalece braços, trabalha auto superação e auto controle. 7 - Bhujangasana - Postura da Cobra Beneficia os rins, pulmões e predispõe a estados de expansão e euforia Fecha a sequência: 8 - Adho Mukha Svasana - cachorro olhando para baixo 9 - Ashwa Sanchalanasana - postura equestre com a outra perna 10 - Uttanasana ou Padahastasana - postura das mãos nos pés 11 - Ardha Chakrasana - meia roda 12 - Tadasana - postura da montanha Assista o vídeo com a execução dos nossos professores: https://www.youtube.com/watch?v=21B9LB19f2c&feature=youtu.be Você poder conhecer também uma outra sequência de posturas do yoga: A saudação a lua, também conhecida como Chandra Namaskar. Para saber mais clique aqui https://yoginapp.com/saudacao-lua-chandra-namaskar/ Quer saber mais sobre Asana, as posturas do Yoga? Baixe gratuitamente o livro preenchendo o formulário abaixo. new RDStationForms(\'ebook-asana-posturas-do-yoga-20927af5b3e8c03b81b9\', \'UA-68279709-2\').createForm();