Brand

Se você se equilibra no presente, está vivendo na eternidade. B.K.S Iyengar

Se você se equilibra no presente, está vivendo na eternidade. B.K.S Iyengar

 

Segundo B.K.S.Iyengar, se o contato entre o corpo e o chão – o alicerce – for bom, o asana será bem executado.

 

Os pés são como a raiz de uma árvore. Se alguém não se sustenta em pé corretamente, acaba desenvolvendo uma atitude negativa diante da vida e sua prática também se torna instável. As posturas em pé, ajudam a manter a estabilidade em  momentos de dificuldade e mesmo em face de acontecimentos catastróficos. Quando a estabilidade se converte num hábito, seguem-se a maturidade e a clareza. A estabilidade requer equilíbrio.O equilíbrio não se limita ao corpo. O equilíbrio no corpo é o fundamento do equilíbrio na vida.

 

“É preciso encontrar equilíbrio em qualquer posição ou em qualquer circunstância da vida. O equilíbrio é o estado do presente: aqui e agora.”

 

Fique sempre de olho na base: esteja atento à parte mais próxima do chão. Corrija-se primeiro na raiz.
As posturas em pé, têm o objetivo de fornecer esse fundamento para a vida.
Quando uma pessoa está mentalmente confusa ou desanimada ela não consegue manter-se firme nos pés. Essas posturas ensinam-na a permanecer ereta para que o cérebro possa flutuar na posição que lhe é própria.

 

“Se você se equilibra no presente, está vivendo na eternidade.”

 

Utthita Hasta Padangusthasana é a postura em pé escolhida para nosso estudo de hoje.

 

Uthitta significa estendido. Hasta significa mão. Padangusthasana é o dedão do pé. Esta postura é feita sobre uma perna com outro estendida para a frente segurando o dedão da perna estendida e apoiando a cabeça na perna.

 

Siga o passo a passo:

  1. Fique de pé em tadasana .
  2. Expire erga a perna direita flexionando o joelho e segure o dedão do pé direito entre o polegar e os dedos indicador e médio da mão direita.
  3. Apoie a mão esquerda sobre o quadril esquerdo e equilibre-se (foto 20). Respire 2 vezes.
  4. Expire estenda a perna direita para frente e puxe-a (foto 21). Respire 2 vezes.
  5. Quando estiver firme nesta posição segure o pé direito com ambas as mãos e levante-a ainda mais alto (foto 22). Respire 2 vezes.
  6. Agora com uma expiração apoie a cabeça depois o nariz e finalmente o queixo além do joelho direito (foto 23 ).Permaneça nesta posição e respire profundamente algumas vezes.
  7. Expire solte as mãos e abaixe a perna direita até o chão para retornar a tadasana.
  8. Repita a postura do outro lado mantendo a perna direita no chão e erguendo a perna esquerda.
  9. O equilíbrio nas posições dos itens 5 e 6 é difícil e só será possível com o domínio da posição do item 4.

 

Este asana traz força aos músculos das pernas enquanto o equilíbrio confere estabilidade e harmonia.

 

Bibliografia e imagens utilizadas: Luz Sobre o Yoga e Luz na Vida de B.KS Iyengar.

 

Até nosso próximo estudo.

 

Boa prática.

 

Namastê | Adri Borges.

Adri Borges

Dri é bailarina e professora de Yoga formada no YogIN App.