Brand

O Yoga e a Gestação

Yoga e a Gestação

O Yoga e a Gestação

A gestação é um momento muito especial para uma mulher. Tanta intensidade se reflete não só em alegria, mas também em intensas transformações, tanto físicas quanto psicológicas.

Durante o processo de gerar um vida, o Yoga proporciona muitos benefícios físicos e emocionais. Entre eles a redução do estresse, aumento da energia e disposição durante a gestação, além de colaborar pra o trabalho de parto.

Estes benefícios se estendem também para o bebê, tendo em vista que há uma ligação muito forte e profunda entre ele e a mãe. Eles são capazes de sentir o que estão sentindo.  

Neste momento tão único e especial estimular, estreitar esse vínculo, e ainda cuidar da saúde física e emocional é muito importante. Neste sentido a prática de Yoga é uma excelente aliada.

Há posturas específicas para aliviar as tensões, relaxar e acalmar o sistema nervoso, favorecer a abertura e o fortalecimento do assoalho pélvico, além é claro, dos benefícios dos pranayamas (técnicas respiratórias) e da meditação.

Para sentir os benefícios que o Yoga pode proporcionar é preciso manter uma regularidade mínima de práticas, pelo menos duas vezes por semana. Se a gestante já era praticante antes de engravidar pode manter a rotina normalmente, com alguns cuidados. Mas, caso contrário, é melhor aguardar o 3º mês para iniciar.

Em todos os casos, é imprescindível consultar seu médico, fazer aulas com um instrutor especializado que possa indicar e adaptar a prática para o seu caso além de aprender a ouvir e respeitar os limites do seu corpo.

Abaixo alguns benefícios para quem mantém uma rotina de práticas:

Podem auxiliar no momento do parto

Os exercícios de fortalecimento e abertura do assoalho pélvico são muito benéficos para quem está se preparando para o parto normal sem intervenções.

As posturas trabalham os movimentos de contração, relaxamento e expulsão, além de desenvolverem a consciência corporal, tudo isso é muito utilizado durante o parto.

Os pranayamas auxiliam no relaxamento

O segundo e o terceiro trimestre são os momentos ideais para relaxar e absorver mais energia utilizando os pranayamas (técnicas de controle do prana pela respiração).

Os exercícios vão ajudar a lidar com as mudanças emocionais, a relaxar a mente, oxigenar o organismo e trazer mais disposição, energia e vitalidade.

Benefícios também para o bebê

Como já dito, a mãe e o bebê estão ligados de uma forma muito profunda, é muito importante estimular o estado de felicidade, de relaxamento, de tranquilidade e de paz durante todo o período.

Melhora na postura e no equilíbrio do corpo

Conforme o bebê vai crescendo o peso é sentido pela mãe cada vez mais nas costas e nas pernas.

Para evitar dores o ideal é manter o alinhamento sua coluna, cabeça e pescoço alinhados. Outra dica é observar se quando está de pé distribui o peso do corpo igualmente entre os pés, se mantém as costas eretas e o queixo paralelo ao solo.

Redução do inchaço do corpo

A prática aumentando a circulação sanguínea e impulsiona o funcionamento dos rins. Isso ameniza a retenção de líquidos no corpo.

Controle de ansiedade

De todos os benefícios da yoga para gestantes o maior é sem dúvida o controle emocional. A respiração exerce um papel de extrema importância durante todo o período, tanto na gravidez quanto no momento do parto e na recuperação.

Uma fase repleta de expectativas e de planos precisa de um auxílio para ajudar a futura mãe a se sentir em paz consigo mesma retomando o seu equilíbrio físico e emocional.

Diminuição dos desconfortos causados pela gestação

São incontáveis as transformações no corpo ao longo da gravidez. Desde o aumento do peso, por conta do bebê, as alterações na forma física que possuía antes da gestação.

Um dos benefícios em relação ao corpo que podem ser sentidos mais rapidamente é o aumento da flexibilidade. Ele ajuda muito a enfrentar todo o processo prevenindo dores, melhorando a circulação sanguínea e tornando o corpo mais forte.

Vínculo maior entre mãe e bebê

Um dos principais objetivos do Yoga é o autoconhecimento.

Ao praticar a gestante entra em contato com seu interior e passa a se compreender melhor, sentindo-se em paz, entendendo as mudanças pelas quais o corpo está passando, a grandiosidade que é ter uma vida formando dentro de si.

Esta vivência proporciona mais consciência ao processo de gestar, de como a mãe e a criança estão unidas e do quanto essa união é importante.

Favorece a recuperação do corpo pós-parto

Após o parto a prática de Yoga acelera a recuperação do assoalho pélvico e região abdominal, além de estimular a postura correta realinhando a coluna e fortalecendo a musculatura que nesta fase sofre um pouco com a flacidez.

De um modo geral o Yoga é capaz de tornar o momento da gestação mais saudável e alegre, preparando o corpo e a mente para receber um ser de luz que vai precisar da sua energia e de todo amor neste mundo.

E acredite, vocês têm muito mais a aprender com eles do que a ensinar!

 

 

Baixe gratuitamente o livro do professor Daniel De Nardi:

 Pra que meditar?

Baixe gratuitamente o livro do professor Daniel De Nardi  Pra que meditar?

Lorena Carnauba

Lorena Carnauba, 29 anos - @lorenacarnauba. Libriana, Mãe de dois, Administradora de Empresas, Professora de Yoga, apaixonada pela natureza e pela vida. Um mundo melhor se cria quando aprendemos a olhar para dentro, curando nossos traumas e acolhendo nossas sombras, transmutando a energia que emanamos. A partir daí passamos a doar ao mundo o que temos de melhor. Isso é Yoga e esse é o caminho do Dharma.