Não Seja Um Misticóide – Podcast #74

HOME > BLOG > Não Seja Um Misticóide – Podcast #74

YogIN | 5 jul 2018 | Daniel De Nardi


Não Seja Um Misticóide – Podcast #74

Nesse podcast trato da importância do aprofundamento. De viver a experiência real, de não acreditar no que “estão dizendo”.

 

LINKS

 

Inscrição gratuita na Abertura do Curso de Formação de Yoga

 

 


Compartilhar: Compartilhar no http://WhatsAppCompartilhar no http://FacebookCompartilhar no http://Twitter

Daniel De Nardi>

Daniel De Nardi

Daniel é Professor de Yoga há mais de 20 anos. Pesquisador do Yoga e das raízes dessa Filosofia Milenar. É autor de diversos livros: "Aprenda a Meditar com o Yoga", "As Origens da Meditação e do Yoga", "Asana - Posturas do Yoga", "Como a Meditação funciona?", "O Yoga do Autoconhecimento", "Pra que Meditar?", dentre outros. Também é responsável por produzir a série de podcasts "Reflexões de um YogIN Contemporâneo" do YogIN Cast, o canal de podcasts de Yoga mais acessado do Brasil. Instagram: @reflexoesdeumyogin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Filosofia do Yoga | 19 set 2020 | Daniel De Nardi
Dharma e Yoga

Dharma e Yoga - Vídeo sobre a busca do propósito. O Dharma é conceito muito caro ao Yoga. A busca sobre seu papel no mundo e a expressão do EU através da ação é assunto presente em textos antigos como o Bhagavad Gíta. Como o Yoga pode ajudar você a entender melhor o seu Dharma é o assunto desse vídeo. https://youtu.be/H6uD6jMPtsI   Se preferir ouvir como podcast, clique abaixo ;) https://soundcloud.com/yogin-cast/o-que-e-o-dharma Se quiser saber mais sobre o assunto, conheça o novo curso do YogIN App que trata desse assunto. https://yoginapp.com/curso/refletindo-sobre-os-medos-que-nos-travam-dvesha-abhinivesha   Bons estudos!  

yoga para crianças
Dicas de Yoga | 18 set 2020 | Daniel De Nardi
O QI pode aumentar com a prática do Yoga?

Você conhece o Quora? O Quora é uma rede social de perguntas fundada por dois ex-funcionários do Facebook na qual você pode fazer qualquer tipo de questionamento e ser respondido por grandes pensadores como o fundador da Wikipedia, um professor de Harvard ou outro especialista do Silicon Valley. Recentemente, o próprio Obama respondeu perguntas sobre o programa nuclear do Irã. As respostas mais votadas vão subindo no ranking e se tornam \"the answer\" para aquela questão.   Um usuário perguntou - Como eu aumento meu QI? Houve mais de 100 respostas e a mais votada, com 2.500 votos, foi do empreendedor Corobi Soyn que elencava 30 itens. Obviamente apareceu: aumento de leitura, sugestão de sempre tomar notas, hidratar-se, ver menos TV, etc. O que mais chamou a atenção foi a quantidade de técnicas do Yoga que também foram citadas.   Medite ‰- Quando você medita, acalma o cérebro. Essa paz e tranquilidade são cruciais para a construção do intelecto. Exercite-se ‰- Exercícios mantém seu corpo aperfeiçoado e energizado; isto é um ótimo caminho para aumentar sua produtividade e inteligência. Simplifique mentalmente – Inteligência é a habilidade de adquirir e aplicar conhecimentos e habilidades. Tente organizar seus pensamentos e processar as informações uma de cada vez. Você verá que ficará não apenas mais produtivo, mas com uma melhor capacidade mental. Respire ‰- Oxigênio é crucial para o cérebro e ele não consegue sobreviver muito tempo sem ele. Você deve praticar técnicas de respiração e dar ao cérebro o quanto oxigênio ele precisar.      \"Você não precisa saber as respostas. Ninguém é esperto o suficiente para fazer todas as perguntas.\" Autor desconhecido Faça pausas ‰- Seu cérebro é como um músculo e trabalhá-lo demais pode causar problemas. Faça pausas periódicas para manter seu cérebro fresco e produtivo. E nunca se esqueça de dormir. Foco ‰- Inteligência é largamente baseada em quanto foco você consegue ter num determinado período de tempo. Pratique foco nas tarefas cotidianas e lute contra as dispersões. Não desista ‰- Qualquer um pode tornar-se mais esperto e melhorar sua inteligência então, nunca desista e continue tentando. Para concluir com minhas palavras - o Yoga pode ajudá-lo muito nesse processo. Mais uma vez,  é praticar para crer.  

Gunas: tamas rajas e satva
Filosofia do Yoga | 17 set 2020 | Equipe YogIN App
Os Três Gunas – Rajas, Tamas e Sattva

Gunas Gunas são as qualidades da matéria e segundo a visão indiana são divididas em 3 tipos: Tamas, Rajas e Sattva ou Inércia, Agitação e Harmonia. ”Sattva adere à felicidade, Rajas à ação, enquanto Tamas, verdadeiramente encobrindo o conhecimento, adere à negligência.” BHAGAVAD-GITA (14:9). Os três Gunas - Sattva, Rajas e Tamas - são considerados como as qualidades fundamentais da natureza, ou Prakriti. Na  interpretação hindu da criação e da dissolução do universo, diz-se que de tempos em tempos o universo se dissolve e depois é recriado. Quando ele está em sua fase não-definida, não manifestada, ele permanece em um estado latente no decorrer de um certo período. Durante este tempo, os Gunas encontram-se em um estado de absoluto equilíbrio, e Prakriti ou a natureza material, não se manifesta. Enquanto os Gunas permanecem não definidos, Prakriti continua indefinido e o universo existe apenas em um estado potencial. Tudo que existe é consciência, o Ser Puro ilimitado (Purusha) e não-manifestado, Brahma, o Absoluto Imutável, que não tem começo nem fim. Logo que o equilíbrio é perturbado, tem início a recriação do universo. A partir da consciência imutável, o universo, em constante transformação, é mais uma vez criado. Os Gunas participam de uma enorme variedade de combinações e permutações, em que um ou outro predomina sobre os restantes. Isso dá origem à interminável variedade de fenômenos físicos e mentais que formam o mundo que vivenciamos. Os Gunas, ou atributos da substância universal, são muito bem explicados no Bhagavad Gita: \"...  Sattva, iluminação, Rajas, atividade, e Tamas, passividade - são os três poderes que nascem da Natureza e prendem o espírito infinito a este mundo finito. Desses três, Sattva, por ser puro e luminoso, possui o som de dar alegria e beatitude à alma livre de pecado e fascinada pela verdade. Rajas, porém, a paixão que cria cobiça, empolga a alma pelo apego às obras. Tamas nasce da ignorância e é causa da auto-ilusão em todas as coisas - um nada que domina o mundo inteiro e liga a alma pela inércia da passividade.\" Podemos ter uma característica da nossa personalidade predominante de sermos mais rajasicos, mais ativos, ou tamasicos, mais parados, mas é importante que haja equilíbrio entre essas forças da Natureza em nossas vidas, se uma delas estiver predominante nascem os desequilíbrios. Temos inclusive alimentos que ajudam a regular essas forças, muito conectados com os doshas na Ayurveda. O importante é o auto estudo, swádhyaya é dele que nascerá a percepção de que força está predominante e se você deve parar e meditar ou fazer um pranayama que pacifique trazendo sattva (equilíbrio) ou; se você está tamasico e precisa de asanas revigorantes como invertidas e pranayamas acelerados como bhastrika para atingir esse equilíbrio. Deixe sua consciência ser seu Mestre, apenas proporcione a pausa para ouvi-la. Em síntese as características de cada guna (qualidade, atributo): • Sattva  - qualidade de inteligência, virtude, harmonia e equilíbrio;  - possui a qualidade da leveza e da luminosidade;  - fornece felicidade, contentamento e paz;  - promove introspecção, auto-conhecimento e espiritualidade;  - Sattva puro leva à transcendência  - tem movimento centrípeto (para dentro) e ascendente (para cima).   • Rajas  -  possui a qualidade da agitação, atividade e desequilíbrio;  - é motivado pela ação que busca um fim que leva ao poder;  - é um movimento para fora;  - a ação é egoísta ou \"umbigocêntrica\";  - a busca é pelo prazer nas paixões, nos sentidos;  - pode gerar emoções desequilibradas e levar a conflitos.   • Tamas  - tem qualidade de inércia, embotamento, escuridão e ignorância;  - funciona como a gravidade, com movimento descendente;  - promove ilusão, sono e perda da consciência;  - é pesada, obscura e estagnada;  - promove fadiga, falta de energia e depressão. A prática do Yoga estimula atitudes mais satvicas, voltadas para o equilíbrio entre a inércia (sattva) e a agitação (rajas). Quando terminamos uma aula de Yoga e sentimos aquela sensação de paz e equilíbrio é a qualidade de sattva expandida no nosso corpo. Experimente observar melhor essa sensação na sua próxima aula de Yoga. Namaste! Quer saber mais sobre Energia e seus canais no nosos Corpo (nadis) ? Clique na IMAGEM ABAIXO   https://yoginapp.com/nadis-e-polaridades-o-prana-a-energia-vital/   Conheça o Canal do YouTube do YogIN App

os ciclos dentro de nós lunares
Meditação | 16 set 2020 | Liana Linhares
Meditação na Lua Cheia

Meditação na Lua Cheia - com Liana Linhares Gravamos a aula para quem perdeu a meditação ou quer repeti-la. https://youtu.be/sUz2rotHNsI