Brand

Isto é água por David Foster Wallace

Video da palestra do escritor americano David Foster Wallace

O verdadeiro livre-arbítrio vem sendo ponto de debate desde às filosofias milenares até as mais avançadas pesquisas da psicologia. Uma das buscas mais profundas no Yoga é o descondicionamento – algo tão difícil que até o dicionário do Google teima em dizer que esta palavra não existe.

 

Respira-se de maneira irregular, o Yoga ensina a cadência na respiração.

O corpo agita-se o tempo todo, as posições do Yoga obrigam seus praticantes a parar.

Pensamos em mil coisas ao mesmo tempo e o Yoga quer que você pense em somente uma.  

 

O treinamento dos exercícios ensina seus praticantes a irem descondicionando-se aos poucos. Sentindo-se mais para poder determinar por exemplo, o ritmo da respiração. O treino dessa auto-observação, facilita a atuação em áreas ainda mais profundas como um hábito desagradável, que você repete quase sem perceber quando está fazendo.

 

Este é o verdadeiro “ensinar a pensar” que o vídeo abaixo fala.

 

David Foster Wallace é uma das mentes mais brilhantes da nossa geração. Neste discurso, para os formandos de uma importante universidade dos Estados Unidos, parece estar falando de Yoga mesmo sem nunca ter praticado.

 

 

O Romeno Mircea Eliade, citado como uma das nossas indicações de leitura, escreveu em Yoga, Imortalidade e Liberdade.

“Durante mais de um século, a melhor parte do esforço científico e filosófico europeu foi consagrada à análise dos fatores que “condicionam”o ser humano…

Ora, essa questão do “condicionamento”do homem (e o “descondicionamento”, seu corolário bastante negligenciado no Ocidente) constitui o problema central do pensamento indiano. A partir das Upanishads a Índia não se tem preocupado com outro problema se não com a estrutura da condição humana.”

Daniel De Nardi

Head de conteúdo do YogIN App. Autor de 6 livros sobre Yoga. Pesquisador da História do Pensamento Indiano.

  • Avatar

    Armando Luis Musselli - 27 dez 2017

    -Reconhecer a obra de Deus em Seu Filho é o que há para o ser humano e isto não é Ciência nem misticismo, e somente os chamados poderão entender.O que poucos tem é fé em Deus.Acrescentai a vossa fé a ciência, esta filosofia oriental é um tipo de ciência, o homem natural não pode discernir as coisas espirituais se não nascer de novo em espírito dentro de si mesmo, O criador conhece os seus desde o ventre e estes testificam do criador, no entanto quem não conhece a deus não tem nada a dizer sobre, como neste caso deste discurso vazio de Deus, cheio de apenas usar a vida que ganhou, muito fraco, não ajuda em nada, apenas um caos, continua......