Blog

Posturas do Yoga – Asanas


navasana, postura do barco
Dicas de Yoga | 17 out 2020 | Michelle Jandre

Navasana – Postura do barco

Navasana - Postura do barco   Quando pensamos em “barco”, somos levados a imaginar um veículo que possa nos levar em segurança, nos fazendo fluir  pelos rios, mares, oceanos ...que nos faça flutuar e resista as tempestades, a pequenos danos causados pelo tempo. Que nos leve para longe da turbulência e nos traga a calmaria, a tranquilidade, a introspecção, para longe dos barulhos externos e próximos de nós mesmos.  Com navasana, o barco, não é diferente. Nau significa barco e também faz parte da palavra Pranava, a vibração do OM, o som primordial. Nas Upanishads, o OM é descrito como um barco que nos conduz com segurança absoluta através dos mares, por vezes, turbulentos da vida. Essa postura cultiva o centramento como símbolo de nossa conexão com o Ser real. Ele é um ásana que organiza a energia da mente e do corpo. Onde não pode haver dualidade, mas unidade, trazendo paz e satisfação. Em navasana, a postura do barco, o esforço é imediato, não dá para permanecer nele sem presença. A respiração controla a mente, que por sua vez, controlará o corpo, levando-o a estabilidade.  Seus benefícios : é eficaz para o sistema eliminatório, digestório, endócrino, muscular, e energético.  Com a prática constante, fortalecem os músculos das costas e abdominais, nos fazendo envelhecer com graça, conforto, e vigor, e melhorando a nossa qualidade de vida.  É contraindicada para quem tem hérnia inguinal e abdominal.   Como fazer : Com um dos pés no chão- entre na postura com apenas uma das pernas estendida. Eleve os braços paralelamente ao chão, com as palmas das mãos voltadas para dentro. Com joelhos flexionados- mantenha as canelas e os braços paralelos ao chão , ou as pernas estendidas para cima. Obs: em ambas as variações, o peso do corpo fica sobre os ísquios, a coluna longa e o pescoço no prolongamento da coluna. Para praticar conosco confira os horários das aulas ao vivo clicando aqui.     Leia mais sobre Navasana abaixo Navasana sem preconceitos   E para praticar a meditação no OM aperte play abaixo YogIN App - Studio de Yoga OnLine · MEDITAÇÃO OM     Pratique e tudo virá . Pattabhi Jois   Namastê  Michelle Jandre  

Vrikshasana e a Sabedoria da Árvore
Posturas do Yoga - Asanas | 6 out 2020 | Daniel De Nardi

Vrikshasana e a Sabedoria da Árvore

Vrikshasana e a Sabedoria da Árvore Vrikshasana e a Sabedoria da Árvore - Durante duas semanas nas aulas ao vivo do YogIN App Studio, exploramos vivências e conceitos do Vrikshasana, também conhecida como Postura da Árvore. O Vrikshasana é considerado uma das posturas mais clássicas do Yoga. A postura é mencionada em uma das escrituras mais antigas e importantes do Hatha Yoga, a Gheranda Samhita, na qual no II Capítulo a frase 36 diz: \"Tendo colocado o pé direito na raiz da coxa esquerda este é o vrikshasana.\" A árvore é um elemento que representa sabedoria na tradição hindu. O Bhagavad Gita, menciona Ashvatta, a Árvore da Vida descrita como tendo seus galhos para baixo da Terra e onde estão contidos os versos dos Vedas. Os rituais vedicos tinham o intuito de extrair das árvores, o elemnto que proporciona sua elevação. Na crença hindu, se esse elemento pudesse ser extraído e transferido espiritualmente para uma pessoa, ela conquistaria ascenção espiritual. Por isso, quem passa pelos rituais hindus ingere um líquido enibriante extraído das plantas chamado Soma. A ideia é que o Soma, junto com Mantras e Meditações transfira a força de ascenção das árvores para a pessoa. Como vimos neste vídeo, muitos sadhus praticam auto superação (tapas) com a postura da árvore, vrikshasana. A intenção é absorver essa força de ascenção que há nas árvores para dentro de si. Aproveite tudo o que aprendeu neste post e inclua isso nas suas vivências de vrikshasana. Se quiser saber mais sobre o Vrikshasana e os Sadhus (yogins retirantes) clicando na IMAGEM abaixo. https://yoginapp.com/vrikshasana-a-imperturbavel-atencao-do-yogin/   Ramatha Sadhus Os ramatha sadhus geralmente moram em cavernas e possuem apenas um pano para se proteger do frio e uma cumbuca para comer e tomar água. No vídeo editado por nós, vemos um desses yogins retirantes praticando em meio às objeções que a Natureza impoõe. Nem a forte chuva de granizo é capaz de afetar sua imperturbável imobilidade. https://youtu.be/oU-TXoQSbpM  

Postura da árvore
Dicas de Yoga | 29 set 2020 | Michelle Jandre

Postura da árvore – A expansão da consciência

A expansão da consciência através da postura  A postura da árvore é a postura eleita, depois das invertidas, para ostentar fotos nas redes sociais. Porém ela é muito mais do que só uma pose para a foto. Vrikshasana nos ensina sobre nossas raízes, nos ensina a nos conectar com a nossa base, nossa ancestralidade, nos leva ao início. Ao fecharmos os olhos e nos concentrarmos na base alinhada de nossos pés, é possível sentir toda a potência das nossas raízes, conectadas ao nosso chakra muladhara; é uma força que se expande através de nossas pernas, e se potencializa com a ativação das nossas coxas, até chegar ao nosso baixo ventre, ligado ao nosso segundo chakra, svadhisthana, cujo qualidade é nos “trazer de volta pra casa”, nos dando segurança e equilíbrio emocional. Essa força segue se expandindo até chegar no nosso plexo solar, no nosso manipura chakra, diretamente nos conectando ao nosso poder e brilho pessoal, pois carregamos conosco a força e o brilho do Sol. Ao chegarmos até aqui ,nossa base da cintura para baixo já está firmemente estabelecida. E então começa a nossa ao Todo e a nossa conexão com o Ser absoluto que habita em nós. É possível sentir a energia do amor absoluto, quando então unimos as nossa mãos em frente ao peito e deixamos que nossos dedos polegares toquem suavemente o nosso esterno, a entrada da morada de nossa alma, nosso anahata chakra, a ponte que nos une diretamente a nossa espiritualidade. E então, quando erguemos nossos braços , passamos a nos expressar sem apegos, a nos unir à nossa intuição e a expandir de fato a nossa consciência, ativando os 3 últimos chakras , os superiores.  É sim possível que durante a nossa jornada terrena, a árvore de nossa alma, tenha seus galhos quebrados, algumas cicatrizes fincadas à faca no nosso caule ,tronco, galhos, por aqueles que passaram por nossas vidas e deixaram as suas marcas, é possível que as situações durante a jornada não sejam favoráveis, nos desestabilizando, fazendo-nos, balançar, quebrar, nos despedaçar, mas com nossas raízes fortes, renascemos, crescemos, na direção da luz, rumo ao nosso despertar. Estejamos atentos às nossas raízes, pois como disse Rumi;” ás vezes procuramos nos galhos, o que só encontramos nas nossas raízes.”   Como fazer a Postura da Árvore Fique de pé na postura da montanha. Flexione o joelho direito e coloque o calcanhar direito na raíz da coxa esquerda. Apoie o pé na coxa esquerda com os dedos apontando para baixo. Equilibre-se na perna esquerda, junte as palmas das mãos ( optando por deixá-las separadas ,uma virada para outra , estique o braços acima da cabeça  Obs: os pés podem também ser apoiados no tornozelos com os dedos tocando o chão, ou na panturrilha, mas NUNCA em cima dos joelhos. Para assistir um vídeo com as variações da Postura da Árvore, clique na imagem abaixo! https://youtu.be/2F8dncLRHzo Saiba mais sobre a postura da árvore clicando aqui https://yoginapp.com/vrksasana-e-a-importancia-do-equilibrio/ Namastê